Tipos de água

Para que não haja um choque térmico, logo, a água não poderá estar muito quente, pois acaba com a já escassa gordura vindas das glândulas sebáceas que forma um filme protetor sobre os fios e impede a perda de água, também não pode estar muito fria, pois a temperatura baixa impede a penetração dos ativos da formulação cutícula adentro dos ativos da formulação cutícula adentro. Por isso a água morna é sempre a mais recomendada.

O inevitável é que qualquer lavagem seja realizada com a águe mais pura o possível. O ideal seria que os salões de beleza instalassem desmineralizadores para tratar o uso da água. caso o salão não possua um bom sistema de filtragem de resíduos sólidos (como o filtro de carvão) ou até mesmo um destilador de laboratório que ajuda a melhorar a qualidade desse liquido.

Turbinar a água de enxague não se faz necessário. O mais importante é que ela seja inseta de macroimpurezas.

Quaisquer sal mineral incrusta nos fios e forma uma barreira para os aminoácidos e outros ativos. A aqueles que compram a água mineral, porém essa atitude pode comprometer o orçamento do salão.

A maioria das pessoas não leem no rótulo de todos os cosméticos “enxágue com abundância” à toa. Os ativos dos sistemas de tratamento são tão modernos e concentrados que não precisam ficar depositados nos fios. Eles cumprem o seu papel e devem ser totalmente retirados, até que não fique nenhum resíduo. Não economize água no lavatório e remova totalmente tudo o que aplica na cabeça da clientela.

 Quando chegar ao tratamento, jogue um jato de água fria, pois é muito recomendado pelos especialistas, sim, porquê ela ajuda no fechamento das escamas cuticulares.

Confira Produtos para todos os tipos de cabelos no site

http://www.nethair.com.br